por João Paulo Brum

21/11/2017

 

Não há dúvida de que “Essa estranha sensação de família” foi feita de coração por toda a equipe, pois o sentimento de afeto que é transmitido é imenso. Impossível assistir a peça sem repensar nossas próprias relações familiares, através do choro, do riso ou do absurdo. O texto simples (no melhor dos sentidos) e altamente poético junto com o elenco maravilhoso nos absorvem de maneira brutal. Saímos diferentes de quando entramos, para o bem ou para o mal. Afinal, não é esse o papel da arte?

Please reload